Mercedes CLS SB 350 Entrevista com… uma Shooting Brake

Mercedes CLS SB 350 Entrevista com… uma Shooting Brake

A Mercedes Benz acaba de lançar um novo produto no mundo automóvel, o CLS Shooting Brake, uma “carrinha” em formato de coupé, uma máquina com a qual não se consegue passar sem ser visto nas ruas e avenidas de Portugal. Tivemos uma pequena “conversa” com esta nova Shooting Brake…

A Mercedes Benz acaba de lançar um novo produto no mundo automóvel, o CLS Shooting Brake, uma “carrinha” em formato de coupé, uma máquina com a qual não se consegue passar sem ser visto nas ruas e avenidas de Portugal. Tivemos uma pequena “conversa” com esta nova Shooting Brake…

A estrela desta conversa, vestia cores discretas e um coração de atleta de alta competição (3.500 cc e 265 CV produzidos num coração V6 a Diesel), mas há outras opções, a nova CLS Shooting Brake está disponível com preços desde os €71 450, para a motorização 250 CDI de 204 CV; um V6 a gasolina com 306 CV, o SB 350, por €88 392, e o V8, o 63 AMG, com 525 CV (€ 164.650). Possuir a nossa “entrevistada” não está ao alcance de todos, começa nos €87 450 e, com os “acessórios” da moda, pode chegar aos 112 mil como era o caso da protagonista desta estranha conversa. Vejamos.

CHRONOS do tempo: Estranho nome esse… Shooting Brake; as suas irmãs mais velhas usam um nome bem mais tradicional: station…

Mercedes Benz CLS Shooting Brake 350: De facto tem razão, o meu nome não é vulgar na família, mas eu não sou como as outras “station”… eu sou diferente; eu marco a diferença. Olhe bem para mim: Sou uma Shooting Brake” nome muito "british", popular entre os anos 60 e 70 do século passado, na Grã-Bretanha. À época eram automóveis mais destinados aos tempos livres e lazer entre os coupés, e as carrinhas. Está ver um novo conceito de coupé de quatro portas e tamanho considerável. São quase cinco metros de comprimento, bem dissimulados por uma linha de cintura elevada e, depois do pilar B, em declive pronunciado em direção à traseira, com uma enorme porta e fácil acesso de carga.

Cdt: Mas as “carrinhas” – especialmente as do segmento Premium  – normalmente têm menos espaço de carga até que os modelos berlina…

MB Shooting Brake 350: Ahhhh…mas eu ofereço uma espaço de carga de 590 litros, ou seja, mais 30 que um Audi A6 Avant, BMW Série 5 Touring ou Jaguar XF Sportbrake; e com os bancos traseiros deitados, pode ir aos 1550 litros. As aparências enganam…

Cdt: Então e o que a distingue do seu “irmão” CLS, esquecendo esse pormenor da capacidade de carga?

MB Shooting Brake 350: Pouco. Essa é outra falsa aparência, podemos parecer muito diferentes, mas lá no íntimo, somos iguais salvo, o quinto lugar traseiro, que no meu caso é bem mais generoso, é mais do género “4 lugares mais um”.

Cdt: Então e na estrada, como se comporta?

MB Shooting Brake 350: Lindamente, isto é, não me metam em trilhos e estradas mal acabadas ou com defeitos; nasci para devorar quilómetros, preferencialmente em bom asfalto… ahhhh e não me carreguem com sacos de batatas e garrafões que me “prejudicam a estética” toda. Tenho um nome com pergaminhos: CLS 350 CDI BlueEFFICIENCY Shooting Brake, logo, uso um “coração” V6 a Diesel, que produz, algo como 265 CV, faz os 0 aos 100km/h, em 6,6 segundos e uma velocidade máxima de 250 km/h. Tudo o demais, sou uma típica viatura alemã, seca e confortável qb, sou confiável com boa capacidade de travagem (mesmo carregada) e tenho uma direcção precisa e fiável. Se me pisam os calos (leia-se acelerador), não se queixem… O prazer tem destas coisas, tem sempre um custo.

Cdt: Uma última questão, como se vê no mercado português (num momento conturbado como este)? O seu preço…

MB Shooting Brake 350: Pois, terá mesmo de reclamar junto do vosso ministro Gaspar. Só ele arrecada mais de 36 mil euros de impostos, entre os meus 112; tire-lhe os impostos e verá como fico muito mais acessível… Se é verdade que é um valor considerável, a qualidade tem os seus custos e haverá sempre alguém de bom gosto que não vai resistir aos meus encantos. E com o meu aspecto, ninguém me fica indiferente. Olhares malandros e piropos de admiração não vão faltar.

Partilhe este artigo

publicidade