Eva Longoria: de patinho feio a bomba sexual

144704851vs00014_gala_dinne_-_copia_1000px

“Adoro aprender, sou como uma esponja”, diz Eva Longoria, a mulher que despontou numa novela americana (Desperate Housewives) para o Mundo. Com 1.57m, Longoria faz parar tudo e todos onde quer que entre. O seu invulgar aspecto levaram-na a pensar ter sido adoptada… Não pára um segundo; a sua fundação tem o apoio da Frederic Constant, relógio que lhe rege o tempo.

“Adoro aprender, sou como uma esponja”, diz Eva Longoria, a mulher que despontou numa novela americana (Desperate Housewives) para o Mundo. Com 1.57m, Longoria faz parar tudo e todos onde quer que entre. O seu invulgar aspecto levaram-na a pensar ter sido adoptada… Não pára um segundo; a sua fundação tem o apoio da Frederic Constant, relógio que lhe rege o tempo.

A sua descendência mexicana tem dado que falar; é a única entre as quatro filhas de seus pais a ter a pele escura, olhos escuros e cabelos escuros. As suas três irmãs têm cabelos louros, olhos azuis, e cor da pele branca. Durante muito tempo, Eva pensou que teria sido adotada pelas de suas características. Este “cocktail-estético” provocou até um estudo genético feito por um programa de televisão americana e que sugere que ela tenha ascendência indígena e um pouco de africana. De acordo com esse estudo, a ancestralidade de Longoria é 70% europeia (concretamente na região das Astúrias, em Espanha), 27% ameríndia e 3% africana.

Desta mistura de genes, resultou uma mulher que não para de registar títulos de beleza, sempre eleita por leitores de revistas ou espectadores de programas de televisão. É um caso de popularidade e de sucesso indesmentível.

Foi a Miss EUA 1998-Corpus Christi, número 1 no “Hot 100” da revista Maxim, em 2005; nomeada uma das "50 Más Bellos" (50 pessoas mais bonitas), pela “People” espanhola; eleita a “Spokesmodel” pela Hanes no mesmo ano. A 3ª no “E! 'S – Steamiest 50 Estrelas do Sul".

É a única mulher a ser eleita nº 1 da lista revista Maxim como a mulher mais “Hot 100” por duas vezes. (2005 e 2006) e n º 9 em 2007. É uma campeã de capas de revistas produzidas por alguns dos mais famosos fotógrafos do Mundo. Ainda em 2005, assinou um generoso contrato com a L'Oreal para ser o rosto da marca, uma assinatura que lhe valeu 1,2 milhões de euros.

A sua fama começou quando fez o papel de Isabella Brana Williams, na novela “The Young and the Restless”, entre 2001 e 2003. Ainda na televisão, entrou para a série de televisão e de rádio “L.A. Dragnet”, que acabou por ser cancelada, perante os fracos índices de audiências. Em 2004, muda tudo e faz o papel de Gabrielle Solis na série de televisão “Desperate Housewives” (Donas de Casa Desesperadas). De então para cá, a sua vida é um turbilhão de actividades. Enquanto projecta a abertura de um restaurante “At Last”, em Los Angeles , tenta minimizar ao prejuízos decorrentes da falência de um outro em que se envolveu, tendo como sócio Todd English, o restaurante "Beso",  uma churrascaria que tinha já “filiais” em Los Angeles e Las Vegas.

A verdade é que a ascensão meteórica de Eva Longoria deu-se enquanto “dona de casa desesperada”, numa série onde até o ter sido atingida acidentalmente na cabeça por um poste caído no set, e que lhe provocou a inconsciência por quatro minutos, lhe deu muitas manchetes nos jornais e revistas da especialidade. Mais tarde, foi um trambolhão nuns degraus do cenário de "Donas de Casa Desesperadas" que lhe voltaram a dar manchetes, depois de umas quantas costelas machucadas. Curiosamente Eva, das quatro atrizes principais desta série, foi a única a não receber uma indicação/nomeação para os famosos “Emmy” (os Óscares da televisão) pela sua performance na série.

Saltos (muito) altos e sapatos de plataforma são uma das imagens de marca de Longoria, que tem sido motivo de notícia no capítulo amoroso; foi casada com o ator Tyler Christopher de 2002 a 2004, e como tal, à época conhecida como Eva Longoria Christopher. Mais tarde, em 2007, deu o “nó” com o jogador de basquete Tony Parker, uma das estrelas da NBA. Três anos depois, (18 de novembro) Eva Longoria apresentou o pedido de divórcio, em Los Angeles; em causa, um – badalado – caso entre Parker e a mulher de um jogador do San Antonio Spurs. Mas não ficou sozinha por muito tempo. Pouco tempo depois, namorou Eduardo Cruz, irmão de Penélope Cruz, e atualmente namora Mark Sanchez, um jogador de futebol americano, "quarterback", pelos New York Jets, na Liga Nacional de Futebol Americana (NFL).

Mas não se pense que Eva Longoria é uma pessoa “levezinha” e sem grande conteúdo cerebral. Frequentou a Texas A & M University-Kingsville, onde recebeu o título de bacharel em cinesiologia (estudo da anatomia, fisiologia e movimento do corpo), estudos que não a impediram de ser uma das dançarinas com as Pussycat Dolls. É também possível vê-la no “vídeo-clip – A Public Affair" da cantora Jessica Simpson e, mais recentemente, é uma das protagonistas do “Desde Quando”, cantado por Alejandro Sanz. Em 2010, apresentou o MTV Europe Music Awards, sendo a terceira mulher na história do EMA a apresentar este evento (a primeira foi a cantora Christina Aguilera, em 2003, e a segunda, Katy Perry, em 2008 e 2009).

A viver em Los Angeles, Longoria pratica tiro como actividade lúdica (ou não fosse ela filha de um caçador), admite sem esconder os seus defeitos ou virtudes: “Eu cresci como um patinho feio. A minha família costumava chamar-me de Prieta fea, porque eu era a única da minha família de quatro meninas, com cabelos escuros, olhos escuros e pele escura. Cresci sendo a única feia, porque eu era estranha”, revela sempre a sorrir, sem esconder que conhece bem o poder de atracção que tem sobre o sexo masculino: “Eu amo ser mulher. Eu adoro sensualidade, mas a melhor coisa sobre ser uma mulher, é o poder que temos sobre os homens.”

A beleza não te tira o discernimento e fundou a The Eva Longoria Foundation & Gabrielle's Angel Foundation, para a pesquisa do cancro, instituição que a relojoeira Frederic Constant apoia, que leva Longoria a usar com frequência uma “máquina do tempo” deste fabricante, no seu pulso. Tudo que seja aprender, para Eva longoria, é um bom motivo para a manter atenta: ”Eu adoro aprender, sou como uma esponja”, assume com um sorriso capaz de derreter os gelados Magnum, aos quais deu o rosto numa campanha de Verão. Ela derrete tudo e todos…

Partilhe este artigo

publicidade