Macan a nova tentação da Porsche

p13_0822_www

A Porsche expandiu a sua oferta de veículos a uma nova classe. O Macan – enquanto primeiro Porsche no segmento dos SUV compactos – irá definir novos padrões para a dinâmica e o prazer de condução, tanto em estrada como fora dela. O Macan reúne as características de condução típicas que, desde sempre, compõem um Porsche: valores máximos na aceleração e travagem, uma enorme força de tracção, agilidade extrema e precisão máxima de condução – tudo isto, associado a um elevado nível de conforto e facilidade na utilização diária.

Tal como em todos os veículos Porsche, os genes desportivos do Macan são imediatamente visíveis no design. Este SUV possui um visual sem precedentes, com um perfil inclinado e amplo. Um capot abrangente e uma linha de tejadilho com inclinação uniforme, sublinham a imagem geral de elegância desportiva e poder dinâmico. Muitos elementos de design foram aproveitados de outros automóveis desportivos Porsche e tornados mais sofisticados para o Macan. Assim, o Porsche Macan destaca-se como o primeiro automóvel desportivo entre os SUV compactos. O Macan é "Made in Germany", produzido na fábrica de Leipzig onde a empresa investiu 500 milhões de euros e construiu uma linha de produção completa. Esta foi concebida para cerca de 50.000 veículos/ano – fabricados com a máxima precisão e os mais elevados requisitos de qualidade. Tipicamente Porsche.

A gama de produtos do Macan inclui três modelos para o seu lançamento no mercado: o Macan S está equipado com um motor biturbo V6 de 3,0 litros com 340 CV (250 kW) e dispõe, tal como todos os Macan, de uma tracção integral activa com um acoplamento de lamelas e embraiagem multidiscos de regulação eletrónica. A caixa Porsche Doppel-kupplung de 7 velocidades transmite a potência conforme necessário e praticamente sem interrupção da força de tracção. Isto permite uma aceleração dos 0 aos 100 km/hem 5,4 segundos (ou 5,2 segundos com o pacote Sport Chrono opcional); a velocidade máxima é de 254 km/h, o consumo situa-se, segundo o NEDC, entre os 9,0 e os 8,7 l/100 km, o que corresponde a emissões de CO2 de 212 a 204 g/km.

O Macan S Diesel é o corredor de fundo mais económico do trio Macan, com o seu motor turbodiesel V6 de 3,0 litros, consome apenas 6,3 a 6,1 l/100 km, segundo o NEDC, o que corresponde a um valor de CO2 de 164 a159 g/km. Apesar disso, com o seu motor de 258 CV (190 kW), necessita apenas de 6,3 segundos para arrancar dos 0 aos 100 km/h (6,1 segundos com o pacote Sport Chrono) e alcança uma velocidade máxima de 230 km/h.

A potência máxima no segmento dos SUV compactos marca o Macan Turbo como o modelo de topo da classe. O seu motor V6 com dupla sobrealimentação de 3,6 litros, utilizado pela primeira vez pela Porsche, oferece 400 CV (294 kW) e catapulta o Macan Turbo dos 0 aos 100 km/h em 4,8 segundos. Com o pacote Sport Chrono são necessá-rios apenas 4,6 segundos. Apesar da velocidade máxima ser de 266 km/h, o Macan Turbo alcança um consumo, segundo o NEDC, de apenas 9,2 a 8,9 l/100km, que resulta num valor de CO2 de 216 a 208 g/km. O seu nome deriva da palavra indonésia para tigre.

Partilhe este artigo

publicidade