Meistersinger aposta no azul-safira

Meistersinger Nº 03 e Pangaea

A superfície de um mostrador, a cor e estrutura, são na verdade, assim como todos os pequenos detalhes de um relógio mecânico de alta qualidade, resultado de trabalho manual hábil, de muita discussão técnica e estética, da utilização do método tentativa e erro.

Apenas com o movimento é possível perceber como a superfície de um mostrador se comporta sob diferentes cores de luz. Um mostrador em prata brilhante, por exemplo, muito subtilmente assume as cores que o rodeiam.

Os relógios N.3 e Pangaea apresentados até ao momento pela MeisterSinger possuem mostradores em três diferentes versões clássicas: branco-prateado, antracite e cor de marfim, reportando a herança história dos relógios de ponteiro único. A partir de agora, o N.3 e o Pangaea estão também disponíveis com um mostrador azul-safira que contrasta com os índices e com ponteiro pontiagudo de cor branca.

A caixa em aço do novo N.3 tem um diâmetro de 43 milímetros, a caixa do relógio Pangaea tem 40 milímetros. Os relógios possuem calibre ETA 2824-2 e 2892-A2, os principais produtos de relojoaria suíça. O movimento é de corda automática e possui uma reserva de marcha de 38 e 42 horas respetivamente. Ambos estarão disponíveis após o Salão de Baseleia, Suíça.

Partilhe este artigo

publicidade