Montbanc homenageia navegador Vasco da Gama

Montblanc Tourbillon Cylindriques Geospheres Vasco da Gama

Na última edição do Salon International da la Haute Horlogerie (SIHH), que decorreu no passado mês em Genebra, na Suíça, a Montblanc surpreendeu tudo e todos os ao lançar uma linha de relógios dedicada ao navegador português Vasco da Gama. Uma homenagem que nos orgulha e que coloca no pulso, um dos maiores vultos das expedições portuguesas.

E nada falta nesta nova coleção. Os “Vasco da Gama” estão integrados na colação Heritage Chronométrie da marca e conta com peças tão variadas como um Dual Time (duplo fuso horário) com um PVP de 4.300 euros;  o Quantième Complet (ou calendário Completo, por 4.500 euros); um calendário anual (Quantième Annuel), por 11.600 euros, passando por dois turbilhões (o Exo Tourbillon Minute Chronograph, por 39.500 euros e o Exo Tourbillon Minute Chronograph Vasco da Gama Limited Edition 60, 46.800 euros) e, no topo desta gama de produtos, o Montblanc Collection Villeret Tourbillon Cylindrique Geosphères Vasco da Gama, cujo preço previsto ronda dos 250 mil euros. Nada falta nesta homenagem ao navegador português. Vejamos:

O Montblanc Heritage Chronométrie Dual Time (ID. 112540) é uma complicação que foi desenvolvida pela marca e que exibe as horas de um segundo local (hora local) em simultâneo com o fuso horário de origem. A exibição 24 horas às “12 horas” exibe a hora do local de origem do proprietário do relógio, com indicação de dia e noite.

O Montblanc Heritage Chronométrie Quantième Complet Vasco da Gama (ID. 112539), o denominado calendário completo (ou “Quantième Complet” do francês) fornece uma leitura fácil e simples, contudo, requer mensalmente, assistência ou correção manual, pois atribui 31 dias em todos os meses. Para exibir as fases da Lua, a constelação (no disco azul) detém uma abertura com um disco em ouro, caracterizando a fase da Lua. Esta peça de relojoaria está disponível em aço numa caixa com 40-mm de diâmetro e 9,7 mm de altura. A constelação do Sul é visível, especialmente através da delicada estrela avermelhada, denominada Gamma. É, ainda, possível apreciar outras três estrelas da constelação: Alfa, Beta e Delta, juntamente com muitas outras, tão úteis e admiradas pelos navegadores portugueses em 1497.

O Montblanc Heritage Chronométrie Quantième Annuel Vasco da Gama (ID. 112537) proporciona um calendário anual, ou seja, a única correção manual necessária ocorre na mudança de dia 28 ou 29 de Fevereiro, para 1 de Março.

O fundo em safira na traseira do relógio, é adornada com um esboço da vela do navio, bem como com a assinatura do navegador lusitano. Esta série é limitada a 238 peças, em alusão ao farol “Cape Point Peak” (ponto mais alto da cidade do Cabo), que foi precisamente construído a 238 metros acima do nível do mar no Cabo da Boa Esperança. Recorde-se que Vasco da Gama navegou ao longo do cabo da Boa Esperança nos últimos dias de Novembro de 1497.

As peças mais cobiçadas, os famosos turbilhões, aparecem logo de seguida.

O Heritage Chronométrie Exo Tourbillon Minute Chronograph (ID. 112542), é o mais acessível, entre estas verdadeiras obras de arte relojoeira. Este relógio é o mais recente Exo Tourbillon Chronograph da Montblanc e combina duas das mais importantes complicações relojoeiras: um cronógrafo para medir a duração de breves intervalos e um tourbillon patenteado e construído com absoluta precisão. Esta peça de relojoaria está disponível numa caixa de 44-mm de diâmetro manufaturada com 18k de ouro rosa.

Para uma bolsa ligeiramente mais recheada, o Heritage Chronométrie Exo Tourbillon Minute Chronograph Vasco da Gama Limited Edition 60 (ID. 112649), demarca-se do anterior pois cada um dos 60 cronógrafos desta edição limitada possui vários refinamentos manufaturados. O fundo em safira de cristal na traseira da caixa de 44 mm, é adornado com um esboço da vela do navio, bem como com a assinatura de Vasco da Gama. A produção deste modelo é limitada a 60 relógios, em homenagem aos 60 homens que navegaram na nau São Gabriel.

A parte superior do mostrador deste relógio é embelezada com uma Aventurina azul escura, e desperta a atenção no mostrador, onde numerosos pequenos pontos, reproduzem o céu estrelado do Sul que guiou Vasco da Gama durante a viagem. O “guilhoché” em forma de onda, projetado em estilo “flinqué” e revestido a pintura azul está posicionado no centro onde a data é exibida e refere-se ao nocturlábio (instrumento para calcular a hora através das estrelas) – um dos instrumentos de navegação utilizado pelos navegadores da São Gabriel. A parte inferior do mostrador tem acabamento acetinado e revela a complexa construção do ExoTourbillon às 6 horas.

Finalmente o mais exclusivo relógio desta coleção: Montblanc Collection Villeret Tourbillon Cylindrique Geosphères Vasco da Gama (ID. 111675).

O espírito pioneiro da Manufatura Montblanc em Villeret, honra assim o legado de um dos maiores navegadores da História, com o Tourbillon Cylindrique Geosphères Vasco da Gama, uma peça de relojoaria com a combinação sem precedentes de turbilhão cilíndrico e indicação de 3 horas em locais distintos.

Limitado à produção de apenas 18 peças, o Tourbillon Cylindrique Geosphères Vasco da Gama, é um revolucionário relógio de pulso que excede as fronteiras da alta relojoaria com a mais alta performance e beleza da manufatura. Mais do que um relógio com complicações, o Tourbillon Cylindrique Geosphères desempenha uma performance relojoeira não convencional. Os 47 mm de diâmetro da caixa em torno do mostrador tri-dimensional, convidam a um olhar e uma admiração minuciosa.

Os 281 micro-componentes que compõem o Turbilhão de corda manual (Calibre MB M68.40) suportam numerosas funções numa combinação sem precedentes: uma zona de hora tripla com a exibição da hora local, em forma de horas e minutos, em que a hora local é apresentada através de uma rosa dos ventos tri-dimensional de doze horas, às 6 horas; um globo que apresenta 24 fusos horários, representando o hemisfério norte e hemisfério sul, juntamente com a passagem dos dias e noites.

A gravura e pintura em miniatura sobre a metade do globo, indicam em relevo os contornos dos continentes, as suas fronteiras e os oceanos que os separam. Paralelamente faz alusão à rota marítima usada através dos dois hemisférios navegados por Vasco da Gama, em 1497. Até  o preço é exclusivo… 250.000 € (aproximadamente).

Vasco da Gama, que partiu para a sua viagem marítima do Restelo, em Lisboa, a 8 de Julho de 1497 com uma frota de quatro navios, foi o primeiro navegador a descobrir o caminho marítimo para a Índia. Com esta e outras expedições que surgiram posteriormente, os portugueses fortificaram o seu predomínio como nação de navegadores e comerciantes.

E foi o espírito pioneiro de Vasco da Gama e esta histórica viagem, que inspirou a Montblanc a criar uma nova coleção de relógios que relaciona a obsessão do explorador português pela precisão com as raízes da alta relojoaria. É precisamente este espírito que vai navegar nos pulsos de colecionadores de todo o Mundo, com a assinatura do português Vasco da Gama.

Partilhe este artigo

publicidade