Portugal exporta relojoaria para Hong Kong

Hong Kong Watch & Clock Fair

Cerca de 39% das exportações portuguesas para Hong Kong são (imagine-se) do sector da relojoaria, ou seja, dos 107 milhões de euros exportados de Portugal para aquela região chinesa, mais de 30 milhões referem-se à área relojoeira. É no Hong Kong Watch & Clock Fair que tudo acontece…

Com mais de 760 expositores, provenientes de 19 países do Mundo, a Hong Kong Watch & Clock Fair (com data marcada para 8 a 12 de Setembro) concita as atenções de mais de 19 mil compradores, em busca das novidades apresentadas pelas 145 marcas presentes (números da edição do ano passado). O Hong Kong Watch & Clock Fair é uma das maiores feiras do mundo para o sector da relojoaria e um evento obrigatório para milhares de profissionais desta área.

Os laços comerciais entre Portugal e Hong Kong são desde há muito, fortes e produtivos, cobrindo uma vasta gama de bens e serviços, e tudo aponta que no futuro venham a ficar mais robustos. Quem o garante é Johnny Wan, Diretor de Exhibitions Market Developments do Conselho de Comércio e Desenvolvimento de Hong Kong (Hong Kong Trade Development Council – HKTDC), que de visita a Portugal, promoveu reuniões e eventos de alto nível com associações empresariais e responsáveis comerciais em Lisboa e no Porto, no intuito de fortalecer a colaboração comercial entre Hong Kong e Portugal.

De facto, Portugal é um dos parceiros comerciais mais influentes em Hong Kong. Em 2014, as trocas comerciais entre Portugal e Hong Kong atingiram os 314 milhões de Euros (USD 423 milhões), subindo 16,9% face ao ano anterior. As exportações totais de Hong Kong para Portugal foram de 207 milhões de Euros, (+21.6% face a 2013). As principais categorias de exportação destacando-se equipamento de telecomunicações (34%), instrumentos e equipamentos ópticos (11%) e equipamento elétrico e eletrónico (9%).

Em relação a exportações de Portugal para Hong Kong, totalizaram 107 milhões de Euros (USD 144 milhões) em 2014, uma subida de 8.9% face ao ano anterior. As principais exportações portuguesas consistiram em Relojoaria (39%), equipamento elétrico e electrónico (13%) e peças para automóveis (10%).

A economia de Hong Kong cresceu 2.4% face aos três primeiros trimestres de 2014, estimado-se que o crescimento venha a atingir os 2.2% em 2014. A exportação de bens a partir de Hong Kong cresceu 3.2% em 2014.

À medida que o comércio mundial se desloca cada vez mais para a Ásia, em particular para a China continental, as Feiras HKTDC servem como um excelente trampolim e porta de entrada para o vasto mercado chinês, assim como outros mercados asiáticos.

Com a invejável proximidade de Hong Kong à China continental e outras metrópoles asiáticas, Hong Kong tornou-se um portal estratégico entre o Oriente e o Ocidente, assim como um parceiro estratégico para ajudar a entrar nos lucrativos mercados chinês e do Extremo Oriente.

Com uma extensa rede suportada por mais de 40 escritórios à volta do Mundo, o HKTDC organiza mais de 30 feiras profissionais, as quais compõem os 10 maiores mercados do seu género na Ásia, e quatro das maiores do mundo: a Hong Kong Gifts & Premium Fair, a Hong Kong Watch & Clock Fair, a Hong Kong Electronics Fair (Outono) – agora electronic Asia-, e o Hong Kong International Jewellery Show – agora o Hong Kong International Diamond, Gem & Pearl Show.

 

 

Partilhe este artigo

publicidade