Hora de Inverno: mude o relógio e…os pneus

Hora de Inverno: mude o relógio e…os pneus

Com a mudança de hora, a Bridgestone, não perde a oportunidade e recomenda que se mudem também os pneus para pneus de inverno. Com temperaturas baixas, mesmo quando não se verifiquem situações de neve, os pneus de verão revelam-se menos eficientes, contrariamente à performance dos pneus de inverno.

Conduzir no inverno pode revelar-se intimidante e perigoso. Menor aderência significa maior distância no tempo de travagem, menos controle, manuseamento mais difícil e maior risco de colisão. E, como as condições de inverno são cada vez mais imprevisíveis, a utilização de pneus de inverno, construídos de propósito para saber como lidar nas mais diversas situações, é mais importante do que nunca.

Os pneus de inverno devem ser utilizados entre Outubro e o início do Verão, normalmente quando as temperaturas costumam cair. Uma escolha atempada por pneus de inverno significa que terá uma maior selecção de pneus, evitando atrasos nas entregas causados pela corrida anual quando o inverno realmente entra em ação!

Para os pneus de inverno, tanto o composto como o desenho do piso são muito melhor adaptados às condições de inverno, oferecendo uma maior segurança, aderência e desempenho na neve, gelo, lama, mas também em estradas molhadas e congeladas.

Dicas para o inverno:

Conduzir em condições de inverno é algo que todos se devem preparar. Não se trata apenas de ter os pneus correctos; o comportamento do condutor é algo igualmente essencial nestas condições, tendo de ser adaptado consoante os diferentes perigos. É, por isso, crucial que não só apenas o veículo esteja bem preparado e equipado, como também os condutores:

Verifique a aderência. Porque as condições das estradas podem mudar de forma rápida e drástica, é importante testar regularmente a tracção, pois é aquilo com o qual se pode contar no caso de se ter de travar ou desviar repentinamente. Gentilmente, utilizar o travão de vez em quando e desacelerar, se necessário, em resposta às mudanças nas condições de estrada.

Curve por fases. Nas curvas na neve ou em superfícies geladas, quebrar a manobra em etapas menores. Antes de fazer a curva, deve travar primeiro, aproveitando a linha reta. Acelerar gradualmente após concluir a curva. Dessa forma, poderá usar toda a aderência disponível para a fazer.

Esqueça o cruise control. Em condições de piso molhado ou gelado, é necessário adaptar a velocidade às condições. Desligue o cruise control e mantenha o controle manual de aceleração e desaceleração em todos os momentos.

Em caso de dúvida, não conduza. Se o tempo parecer traiçoeiro, o melhor mesmo será deixar o carro em casa.

Tanto testes internos como independentes provaram que a distância de travagem de pneus de verão na neve pode ser quase três vezes maior do que a de pneus de inverno. Mas, mesmo em condições não tão extremas, os pneus de inverno oferecem uma maior resposta, precisão e controle do que os de verão. É por isso que a Bridgestone recomenda que se mude para pneus de inverno. 

Partilhe este artigo

publicidade