A Hermès em movimento

035437ww00_lionel_koretzky_1000px

A Hermès não para e, em 2012, renovou dois dos seus modelos mais icónicos, o Arceau, e o Dressage, um e outro que contam com as respectivas edições limitadas, tal como manda o código genético da marca; exclusividade e elegância.


A Hermès não para e, em 2012, renovou dois dos seus modelos mais icónicos, o Arceau, e o Dressage, um e outro que contam com as respectivas edições limitadas, tal como manda o código genético da marca; exclusividade e elegância.
Em 2012, o tempo Hermès está se movendo. O relógio Dressage, desenvolvido em 2003 por Henri d’Origny modernizou-se, mantendo-se fiel à sua estética original, tornando-se ainda mais elegante.
Recordando alguns relógios da década de 1930, a nova colecção Dressage conta com dez modelos, equipados com movimento exclusivo de carga automática (H1837), com uma reserva de marcha de 50 horas, fabricado pela Vaucher para a Hermes, agora com segundos ao centro e data às 6 horas, ou com pequenos segundos às 6 horas, conforme a opção e o gosto do utilizador. Oito versões (quatro para cada movimento), com caixa em aço de 40,5 mm, (capaz de resistir à água até 50 metros), e dois outros modelos em ouro rosa, um deles em edição limitada de 175 peças (referindo-se aos 175 anos da Casa).
Mais elegante que nunca e actualizado em relação aos padrões de estética e de qualidade actuais, os Dressage surgem assim com um leque de opções para todos os gostos e tendências.
A linha Arceau desenhada por Henri Origny em 1978, tem uma estética inconfundível. A gama Arceau da Hermès tem assim, novas propostas. Seis modelos compõem a nova coleção, um em aço, duas de ouro rosa e duas outras que utilizam os diamantes no aro. Uma edição limitada de 100 peças, para celebrar o centenário, completa a oferta.
Com uma caixa de 34 mm, os novos Arceau usam o novo movimento produzido pela Vaucher para a Hermès, o H1912, um calibre de carga automática, que promete energia até 50 horas, num relógio que oferece horas, minutos e segundos às 6 horas. Estanque até 30 metros, a nova caixa da linha Arceau foi assim renovada, indo de encontro a quem pretende ter no pulso um relógio em que a qualidade e a feminilidade se impõem.

Partilhe este artigo

publicidade