Lange 1 renova-se

Lange 1 renova-se

Há 25 anos, a reunificação da Alemanha proporcionou as condições necessárias para um novo começo da manufactura relojoeira A. Lange & Söhne. O aniversário da efeméride significa também uma boa oportunidade de olhar para o futuro.

“O comboio de acontecimentos é um comboio que vai desenrolando os trilhos à sua frente. O rio do tempo é um rio que varre as suas margens à medida que passa”. Duas citações retiradas do romance centenário “O Homem Sem Qualidades”, de Robert Musil, que proporcionam uma descrição apropriada da situação na Alemanha no Outono de 1990. O ano da reunificação germânica trouxe com ele um profundo sentimento de despertar, a par de inevitáveis incertezas. Abriram-se então oportunidades insondáveis. E o desafio era fazer a escolha certa no momento certo.

Esse desafio aplicava-se também à intenção de Walter Lange em dar uma nova vida à A. Lange & Söhne no seguimento da queda do Muro de Berlim. Mas não existiam manuais nem guiões para reger tão ambicioso objetivo; eram necessárias abordagens e ideias completamente novas. A 7 de Dezembro de 1990, imaginação, coragem e determinação culminaram no estabelecimento da nova manufactura A. Lange & Söhne – e, quatro anos depois, com a estreia da primeira colecção da nova era. Após tão auspicioso começo, a companhia desenvolveu-se de maneira sustentada e sistemática. Mas foi capaz, em particular, de preservar o espírito pioneiro dos primeiros dias e aproveitar esse ímpeto para construir o seu futuro.

Elevado ao estatuto de ícone, o LANGE 1 contribuiu decisivamente para a ascensão da empresa relojoeira da Saxónia. E o lançamento em paralelo do TOURBILLON “Pour le Mérite”, com a sua peculiar transmissão com fuso e corrente, posicionou definitivamente a A. Lange & Söhne como um concorrente de topo no domínio da alta-relojoaria. Em 2003, quando começou a fabricar as suas próprias espirais de balanço, a Lange voltou a impressionar o mundo da relojoaria ao demonstrar a intenção de alargar persistentemente e sustentadamente o seu repositório de conhecimento.

A espiral é o elemento que controla o batimento de um relógio e determina a sua precisão. Está sempre em funcionamento. E esse pequeno mas tão crucial componente tornou-se no talismã da manufatura. “Nunca ficar parada”: é a mensagem que transmite. Para o CEO da A. Lange & Söhne, Wilhelm Schmid, a mensagem também significa que “estamos numa demanda constante pela inovação e aperfeiçoamento, porque esses requisitos são o que é preciso no sentido de expandir a nossa posição de liderança”. A manufactura A. Lange & Söhne inspira o universo da relojoaria de precisão com abordagens ao design que são complexas e sofisticadas. A primeira data sobredimensionada num relógio de pulso de produção regular foi complementada com novos marcos significativos. Como o mecanismo zero-reset, um cronógrafo rattrapante duplo, um calibre com autonomia de um mês dotado de um escape de força constante patenteado, o primeiro dispositivo stop-seconds para turbilhão, uma apresentação com algarismos saltantes de grande precisão, uma disposição orbital das fases da Lua e a recente combinação inédita de uma disposição de algarismos saltantes com uma repetição minutos decimal.

Vinte e cinco anos após o seu restabelecimento, a A. Lange & Söhne apresenta-se como uma marca que não tem a intenção de descansar sobre as suas tradições e os seus louros – ao invés, encara a relojoaria de precisão como um desafio perpétuo. E assenta nos seus valores como um compasso que a mantém na rota do sucesso.

Partilhe este artigo

publicidade