Rali Banco BIC Guarda: “filho de peixe”…

Rali Banco BIC Guarda: "filho de peixe"...

Lá diz o povo, “filho de peixe, sabe nadar” e parece ter-se confirmado na última edição do Rali da Guarda, ou seja, Nuno Antunes, um representante da “segunda geração” ganhou o Rali Banco BIC Guarda 2016, organizado pelo Clube Escape Livre, inscrevendo assim na sua galeria de vencedores, e pela primeira vez, um “filho e peixe’…

Num fim-de-semana de muito calor, convergiram para a cidade mais alta de Portugal, 49 equipas de figuras ligadas ao sector automóvel e outros convidados, num evento que juntou a descoberta turística à adrenalina e competição.

Na prova que decorreu no sábado, no parque Senhora dos Verdes, em Gouveia, Nuno Antunes, em Mini Cooper S, sagrou-se vencedor, após o cronómetro marcar 46,539 segundos. Francisco Carvalho, que detém o maior número de vitórias nesta competição e que manteve o melhor tempo quase até ao final, acabaria na segunda posição, também em Mini, enquanto João Batista, conduzindo um Mercedes-Benz, ficaria em terceiro. Na competição entre comunicação social, foi Luís Merca quem ocupou o primeiro lugar do pódio, seguido de António Catarino e Ricardo Carvalho.

Na competição feminina, sagrou-se vencedora Vera Vozone, ao volante de um Mini, seguida de Mariana Lemos e de Maria Carpinteiro Albino. A entrega dos prémios e troféus Spal a todas as equipas foi acompanhada do espumante em garrafa magnum de Figueira de Castelo Rodrigo.

Destaque, nesta edição, para a presença do Renault 8 Gordini que em 1967, conduzido por José Carpinteiro Albino, foi vencedor do Rali TAP. O carro foi dirigido pelo filho Eduardo Carpinteiro Albino, que 50 anos depois conseguiu fechar o ‘top ten’ do Rali. No domingo, apresentou a biografia do antigo piloto e deu uma sessão de autógrafos muito concorrida no centro comercial La Vie.

Com 18 edições ininterruptas desde 1988 e retomado em 2015, constata-se que após duas décadas, a região da Guarda continua a ter muito para oferecer. O programa incluiu visita ao centro histórico da Guarda, ao Museu da Miniatura Automóvel e ao Parque Senhora dos Verdes.

Entre as ações específicas da Renault, Ford e Bridgestone/First Stop os participantes elegeram como a “Melhor Marca Automóvel do Rali” a Renault e a Ford, ex-áqueo. Para além disso, os sorteios de relógios TW Steel, abastecimentos de combustível BP e outros, complementaram o programa.

Neste rali, caracterizado, desde sempre, pelo espírito de diversão e companheirismo, e por brincadeiras e partidas dos concorrentes entre si ou contra a organização, manteve-se a tradição e a criatividade manifestou-se, desde a leitura de textos humorísticos, até à decoração mais estranha das viaturas.

Partilhe este artigo

publicidade